Departamentos

Kit Teste Rápido Chikungunya Caixa com 20 OrangeLife

AVALIAÇÃO GERAL Avalie esse produto

DISPONÍVEL PRONTA ENTREGA

Fabricante: OrangeLife

Por apenas R$ 2.490,00 R$ 2.365,50 com 5 % de desconto no boleto ou débito

Compra segura

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Informe seu cep:

Não sei meu CEP

Calculando frete Calculando valor do frete...

Valor do frete
deste produto
Frete grátis
Disponibilidade Frete terrestre, entrega em até 9 dias úteis para o CEP 14140-000 após a confirmação do pagamento.

Kit Teste Rápido Chikungunya Caixa com 20 Und - OrangeLife

Kit Teste Rápido Chikungunya  Caixa com 20 Und - OrangeLife

o teste rapido ol chikungunya igM utiliza antígenos recombinantes derivados de sua proteina de estrutura, ele detecta igM anti-CHIK no soro, plasta ou sangue total por punção venosa ou por punção digital dentro de 15 minutos.
O teste pode ser executado por pessoal inexperiente ou minimamente qualificado, sem equipamento de laboratório.

 

Testes rápidos são importantes para o diagnóstico precoce da dengue
 

A dengue é hoje objeto da maior campanha de saúde pública do Brasil, que se concentra no controle do Aedes Aegypti, o mosquito transmissor do vírus da dengue. A doença, que segundo o Ministério da Saúde afeta mais de 100 milhões de pessoas por ano no mundo, é uma das que causam maior impacto na saúde pública do nosso país.

Quando transmitido, o vírus da dengue, que possui quatro sorotipos - DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4 - provoca sintomas comuns a outras doenças, o que pode gerar dificuldades no diagnóstico clínico. Torna-se, então, de fundamental importância a realização de exames laboratoriais para confirmação da dengue.


Basicamente, o diagnóstico da dengue pode ser feito pelo isolamento do vírus, pela detecção do genoma viral, pela detecção de antígenos virais e sorologia (IgG e IgM).  No entanto, os anticorpos IgM  e IgG somente resultarão positivo após vários dias. Em muitos casos não é possível aguardar esses dias para que um diagnóstico seja definido. Por isso que exames complementares como o hemograma, a contagem de plaquetas, a prova do laço e as transaminases são realizados para auxiliar no diagnóstico.

Mas há três anos, o Brasil dispõe de um exame que tem sido utilizado para o diagnóstico logo nos primeiros dias, após a percepção dos sintomas, antes mesmo do aparecimento dos anticorpos, o Antígeno NS1. Esse teste é detectável até o sétimo dia após o aparecimento dos sintomas da doença permitindo o diagnóstico rápido e a implementação das medidas terapêuticas.

"Estudos científicos atestam que a pesquisa do antígeno NS1, quando utilizada isoladamente, é capaz de diagnosticar com precisão cerca de 70% dos casos de dengue a partir do primeiro dia. Quando utilizada em conjunto com outros testes, como a pesquisa de anticorpos, diagnostica cerca de 95% dos casos", revela o presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, regional Rio de Janeiro (SPBC-RJ), Hélio Magarinos Torres Filho.

Essa evolução da medicina diagnóstica vem contribuindo para questões importantes relacionadas à dengue, como a epidemiologia. "Os testes rápidos aceleram o diagnóstico específico e facilitam que as ações de controle sejam adotadas imediatamente impactando as ações epidemiológicas", explica o médico pesquisador e chefe da Seção de Arbovirologia e Febres Hemorrágicas do Instituto Evandro Chagas (IEC), Pedro Fernando da Costa Vasconcelos. "É com base nas informações epidemiológicas que são selecionadas as áreas (estados, municípios) prioritários para as ações de controle com vistas a prevenir a ocorrência de grandes epidemias", ressalta o médico pesquisador.

 

Muitos municípios que passam por momentos de elevado número de casos confirmados e muitos suspeitos de dengue acabam sobrecarregando as unidades de saúde. Nesse cenário, o teste rápido é um método importante no conjunto de medidas para controle, diagnóstico e tratamento da doença. Em cidades com alta incidência de dengue, o Ministério da Saúde tem distribuído kits do teste rápido (NS1) para facilitar o diagnóstico da doença em menor tempo e custo. Algumas cidades ofertam o teste na rede SUS.

Enquanto as autoridades de saúde tentam mobilizar a população para a prevenção da dengue, a medicina diagnóstica deve estar atenta aos novos métodos de diagnóstico da dengue para aprimorar a eficiência dos resultados e contribuir para a redução da mortalidade causada pela doença.

 

 

Inclusões de procedimentos laboratoriais no Rol 2016 da ANS

Inclusões de procedimentos laboratoriais no Rol 2016 da ANS
- Anticorpos antipeptídeo cíclico citrulinado, IGG (AntiCCP) - Exame laboratorial de sangue utilizado para auxílio diagnóstico de artrite reumatoide. A citrulina (Cyclic Citrullated Peptide) é um aminoácido resultante de modificação da arginina. Anticorpos dirigidos contra a citrulina (antiCCP) são encontrados em pacientes com artrite reumatoide.
- Antígeno NS1 do vírus da dengue, Pesquisa - Exame laboratorial de sangue utilizado para auxílio diagnóstico de dengue. Nesta doença, muitas vezes o diagnóstico sorológico não é capaz de confirmar casos suspeitos com evolução grave, já que a febre hemorrágica pode ocorrer na janela imunológica, quando as pesquisas de IgM e IgG são negativas. Nesses casos, a pesquisa do antígeno NS1 apresenta sua melhor utilidade, permitindo o diagnóstico nos primeiros cinco dias de doença.
- Chikungunya, Anticorpos - Exame laboratorial de sangue utilizado para auxílio diagnóstico da febre Chikungunya, que é uma doença viral parecida com a dengue.
- Dengue, anticorpos IGG, Soro (teste rápido) - Exame laboratorial de sangue, do tipo rápido, utilizado para auxílio diagnóstico de dengue.
- Dengue, anticorpos IGM, Soro (teste rápido) - Exame laboratorial de sangue, do tipo rápido, utilizado para auxílio diagnóstico de dengue.
- Entamoeba histolytica, Anticorpos IGM - Pesquisa e/ou dosagem (Amebíase): Exame laboratorial de sangue para auxílio diagnóstico da amebíase. A infecção pela Entamoeba histolytica pode ser assintomática, causar doença invasiva intestinal ou doença extraintestinal. O teste, por exemplo, é útil na distinção entre abscessos hepáticos amebianos e piogênicos.
- HLA B27, Fenotipagem - Alguns antígenos HLA estão relacionados à presença de determinadas doenças. A associação mais frequente é a das espondiloartropatias inflamatórias, como a espondilite anquilosante, com o antígeno HLA-B27. A pesquisa também é indicada para identificar risco do acometimento de descendentes. Elevada incidência do antígeno HLA B27 tem sido relatada na síndrome de Reiter, uveíte anterior, artrite reativa e artrite psoriática. Este antígeno não é um marcador da doença, uma vez que está presente em aproximadamente 10% dos indivíduos normais. O resultado deve ser associado aos achados.

Avaliação dos clientes

0 de 5 estrelas (0 avaliações)
  • 5 estrelas
  • 4 estrelas
  • 3 estrelas
  • 2 estrelas
  • 1 estrela
  • Nenhum cliente avaliou este produto

Você já tem este produto?

Compartilhe a sua opinião com a gente.

Avalie este Produto
Kit Teste Rápido Chikungunya Caixa com 20 OrangeLife

Consultar preço

Campos marcados com (* ) são obrigatórios.