Departamentos

Teste Rápido Imunocromatografia Dengue DUO Combo NS1 Ag + Ac Bioeasy

AVALIAÇÃO GERAL Avalie esse produto

DISPONÍVEL PRONTA ENTREGA

Fabricante: Bioeasy

DE R$ 1.399,00Por apenas R$ 1.299,00 R$ 1.234,05 com 5 % de desconto no boleto ou débito

Compra segura

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Informe seu cep:

Não sei meu CEP

Calculando frete Calculando valor do frete...

Valor do frete
deste produto
Frete grátis
Disponibilidade Frete terrestre, entrega em até 9 dias úteis para o CEP 14140-000 após a confirmação do pagamento.

Teste Rápido Imunocromatografia Dengue DUO Combo NS1 Ag + Ac Bioeasy

Dengue DUO Combo – NS1 Ag + Ac IgM e IgG
O NS1 é detectável no primeiro dia após o início da febre até o 9º, mesmo no período da janela imunológica.


• Dengue NS1 Ag: detecção precoce após o primeiro dia do início dos sintomas;
• Dengue IgG/IgM: longa duração e detecção estável.

Tendo conhecimento da urgência na melhoria da vigilância epidemiológica da dengue e das deficiências do diagnostico laboratorial dessa doença no mundo e que desenvolveu-se um teste rápido que detecta a proteína NS1 e os anticorpos lgG e lgM.

O teste rápido Dengue Test Bioeasy IgG / IgM é uma fase sólida do ensaio imunocromatográfico para uma detecção rápida,  ualitativa e diferencial dos anticorpos IgG e IgM para o vírus da dengue no soro ou no plasma de seres humanos.

 Esse teste é direcionado para o uso profissional como auxílio no diagnóstico presumível entre a infecção primária e secundária da dengue.
 Esse teste fornece apenas um resultado preliminar.

 Então, o isolamento do vírus, a detecção do antígeno em tecidos fixados, o RT-PCR e o teste sorológico como o teste de inibição de hemaglutinação, métodos alternativos mais específicos para o diágnóstico devem ser usados a fim de obter uma confirmação da infecção pelo vírus da dengue. 

COMPRE AQUI Teste Rápido Imunocromatografia Dengue DUO  Combo NS1 Ag + Ac Bioeasy COM 20 TESTES.

estes Rápidos Bioeasy para dengue terão cobertura obrigatória pelos Planos de Saúde

Alere-dengue_duoAgência Nacional de Saúde (ANS) divulgou na quarta-feira (28), uma novalista de procedimentos que deverão ter cobertura obrigatória pelos planos de saúde em 2016. Dentre estes procedimentos estão a inclusão dos testes rápidos para diagnóstico da Dengue, pesquisa de anticorpos (IgM/IgG) e antígeno (NS1), que fazem parte do portfólio de produtos Alere.

Nos últimos anos, a dengue tem sido uma das mais importantes doenças epidêmicas registradas em países em desenvolvimento, causando grande impacto econômico, social e de saúde pública para as comunidades onde ocorre. Uma estimativa recente indica 390 milhões de infecções por dengue a cada ano, dos quais 96 milhões de casos com manifestação clínica. A Organização Mundial de Saúde estima que 500.000 pessoas com dengue grave necessitam de internação todos os anos, grande parte das quais são crianças e cerca de 2,5% dos afetados morrem.

Os testes rápidos da Alere permitem o diagnóstico em apenas 15 minutos, com leitura visual e sem a necessidade de instrumentos ou leitores, o que garante o início imediato do tratamento dos sintomas apresentado pelo paciente. Além disso, quanto mais rápida for a detecção do quadro infeccioso, mais rapidamente as unidades de Pronto Atendimento serão desafogadas e os leitos e custos maiores serão destinados aos pacientes com quadros graves da doença.

A detecção de IgM, IgG e do NS1 também pode ser feita de forma simultânea através do teste rápido Alere Dengue DUO, que possui os três marcadores no mesmo cassete, trazendo assim, muito mais agilidade para o atendimento do cuidado com a saúde.

Esta novidade no rol de procedimentos da ANS demonstra mais uma vez a importância dos testes rápidos para o diagnóstico precoce em momentos de epidemia.

 

labnetwork

Teste imunocromatográfico dengue duo

 Kit de Diagnóstico Rápido da Dengue desenvolvido com o apoio do Programa de Incentivo a Inovação estará pronto ainda no primeiro semestre deste ano

Pesquisadores da Fundação Ezequiel Dias (Funed) e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) criam um kit de diagnóstico da dengue que detecta em 20 minutos a contaminação pelo vírus.  O exame é rápido e seguro e representa uma importante ferramenta para o tratamento dos pacientes com suspeita da dengue. O kit é um dos 17 projetos da Funed apoiados pelo Programa de Incentivo à Inovação (PII), realizado pelo Sebrae Minas, em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado de Minas Gerais (SECTES).

Atualmente, os laboratórios diagnosticam a doença pelo teste ELISA (do inglês Enzyme Linked ImmunonoSorbent Assay), que utiliza amostras de sangue e  por isso demora no mínimo três dias para confirmar ou não a infecção pelo vírus da dengue. Outro tipo de teste adota a técnica do PCR, que investiga a presença do vírus por meio do genoma. É mais rápida, porém mais cara, o que a inviabiliza para testes em escala, como acontece com as análises para diagnóstico da dengue.  Também existem outros testes rápidos similares ao que está sendo desenvolvido na Funed, porém eles são importados, o que representa um alto custo para sua utilização em larga escala no Brasil.

dengue-repelenteFoi neste contexto, que as pesquisadoras Alzira Batista Cecílio e Erna Kroon criaram o Kit de Diagnóstico Rápido da Dengue, que utiliza uma nova técnica conhecida comoimunocromatografia. O método consiste em uma pequena fita, que em contato com a amostra do paciente, se contaminado, reage à presença do vírus e muda de cor. “Com a essa nova técnica, o médico poderá tomar a decisão correta sobre o tratamento, monitorando a evolução da doença para sintomas mais graves”, acredita Alzira.

O novo teste rápido, com tecnologia nacional, será uma opção economicamente viável para atender à alta demanda do SUS, que concentra 60% da demanda por esse produto.  O produto será descartável, capaz de realizar uma análise e sua comercialização será na forma de pacotes com 25 ou 100 testes.

O projeto de pesquisa, desenvolvido em parceria Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Secretaria de Saúde de Minas Gerais, está adiantado, já com protótipo laboratorial para testes. Inicialmente, a expectativa é que a nova tecnologia seja utilizada na Funed, que recebe anualmente cinco mil amostras de pacientes de Minas Gerais para exames laboratoriais. Também poderá ser transferida para o setor farmacêutico, podendo acelerar os resultados para a dengue em todo o país. “O protótipo está em fase de finalização. Iremos patenteá-lo e avaliar com o governo ou com empresas do setor privado o interesse em produzi-lo em escala. A previsão é que o produto fique pronto ainda no primeiro semestre deste ano”, diz a pesquisadora.

labnetwork

Avaliação dos clientes

0 de 5 estrelas (0 avaliações)
  • 5 estrelas
  • 4 estrelas
  • 3 estrelas
  • 2 estrelas
  • 1 estrela
  • Nenhum cliente avaliou este produto

Você já tem este produto?

Compartilhe a sua opinião com a gente.

Avalie este Produto
Teste Rápido Imunocromatografia Dengue DUO  Combo NS1 Ag + Ac Bioeasy

Consultar preço

Campos marcados com (* ) são obrigatórios.